Vicentina, 24 de Fevereiro de 2018
2017-08-24 - 09:00:00

São Paulo sonda Armani, mas busca por goleiro estrangeiro divide opiniões

Argentino do Atlético Nacional é um dos alvos para a posição em 2018, porém, seria mais um gringo num elenco que já ultrapassa o limite do regulamento

Globo Esporte
Armani em partida do Atlético Nacional contra o São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

Enquanto o São Paulo ainda tenta encontrar o goleiro ideal para tentar terminar o Campeonato Brasileiro de 2017 na Série A, o futuro da posição, em 2018, causa debates no clube. Recentemente, a diretoria de futebol fez uma consulta ao empresário do argentino Franco Armani, titular do Atlético Nacional, atual campeão da Libertadores.

os 30 anos, ele deixou boa impressão no ano passado, quando a equipe colombiana fez grande campanha no torneio, eliminando inclusive o Tricolor na semifinal. A diretoria garante não ter enviado nenhuma proposta pelo goleiro.

Só que há no clube quem aponte um obstáculo à possível contratação de Armani: ele seria mais um estrangeiro no elenco, e numa posição onde a ideia é que haja pouco revezamento.

No Brasileirão, apenas cinco jogadores nascidos em outro país podem ser relacionados. O atual elenco tem seis: os argentinos Buffarini (lateral-direito), Gómez (meia) e Pratto (atacante), o peruano Cueva (meia), o equatoriano Arboleda (zagueiro) e o uruguaio Lugano (zagueiro), que terá seu contrato encerrado em dezembro, e não deve permanecer.

Todos estarão disponíveis, por exemplo, para o clássico de domingo contra o Palmeiras. Dorival Júnior terá de cortar Gómez ou Lugano da lista de relacionados. Os outros quatro deverão ser titulares. O técnico já disse que esse é um desgaste a mais em seu trabalho.

No presente, no treino da última quarta-feira, Dorival Júnior manteve Sidão defendendo a meta titular e Renan Ribeiro a reserva. Denis e Lucas Perri também participaram da atividade. O primeiro revezando com Sidão, e o garoto com Renan.

Denis está recuperando de uma inflamação séria no ombro esquerdo e agora trabalha sem limitações. Seu contrato se encerra no fim do ano e, embora a tendência seja de não renovação, ele ainda espera por uma resposta definitiva da diretoria. Com a entrada de Sidão no lugar de Renan Ribeiro, na última rodada, Dorival despertou esperança em todos da posição. O que parecia definido, agora, voltou a ser alvo de intensa disputa.

© 2012 - 2015 - VicentinaInforma - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: Ribero Design
(67) 9979-5354